Herbologia - Alecrim

O alecrim

Essa e uma das minhas ervas preferidas, assim como a babosa ela e um planta muito útil para a vida humana, essa planta tenta virtudes tanto espiritualizas quando físicas.O nome original dela e a Rosmarinus officinalis (em latim: ros = orvalho; marinus = mar) um nome bem estranho comparado com a erva que realmente parece uma espécie de alga-marinha. Uma planta que e conhecida também como alecrim ou alecrim-da-horta. uma planta da família das Lamiaceae,


As flores são pequeninas com a coloração que podem variar entres azuis, rosas, brancas e lilás. Apesar de conter flores ela não contem frutos, mas contem sementes, não pensem que as sementes são mas fáceis de plantar do que mudas, que pegam com mais facilidade do que as sementes. Suas sementes são utilizados para fazer complexas para dores de cabeça. o cheiro do alecrim e muito benéfico para saúde podendo curar dores de cabeça, infecções nasais e até mesmo a sinusite em alguns casos.

Esta é uma erva solar, não só porque adora estar a pleno sol mas também porque eleva a sensação de bem estar de quem a usa, Fica a dica para quem utiliza da Egrégora a egípcia, por causa dos deuses solares. (Ex: Rá e Ìsis )

O alecrim é uma erva rústica, que tolera a seca relativa e não é suscetível a pragas, mas não gosta de ser podado antes dos 2 anos de idade. Depois disso, admite podas e até topiaria, sem problemas.



Leia sobre outros artigos com o tema Alecrim: Chá no cabelo e óleos para o cabelo.


A flor do alecrim é muito procurada pelas abelhas que, com seu néctar produzem um mel de qualidade excepcional e que mantêm as propriedades curativas atribuídas à planta que o origina. Na medicina popular o alecrim é associado, há séculos, à manutenção da boa memória, fato esse que vem sendo estudado pelo médico Chris Van Tulleken, e que você pode ler no nosso artigo anterior sobre esta planta.

Como afirma a BBC no artigo que lemos. Segundo um de seus estudos, o alecrim é um preservador da memória futura, que é o “lembrar de lembrar”. E os testes comprovaram uma melhor memória futura nas pessoas que estavam na sala onde havia “cheiro de alecrim” assim como, na posterior análise do sangue dos voluntários, se encontraram traços dos elementos químicos contidos no alecrim, que entraram na corrente sanguínea, absorvidos pela inalação do seu aroma.


Mas, não só a memória que é influenciada pelo alecrim. Os antigos ensinam que ter uma planta de alecrim dentro de casa é um excelente propiciador de “bom humor” que é derivado da inalação dos seus óleos aromáticos.



O alecrim tem um forte fonte história bem rica principalmente na Europa, cujo até mesmo o famoso Shakespeare utilizou em suas obras. Na peça Hamlet, de Shakespeare, ato IV, cena cinco, Ofélia mostra e ofereceu um ramo de alecrim para seu irmão Laertes e diz: “--Ali está um alecrim, ele é para lembrança; Reze, ame e lembre...” .


Uma erva utilizada por xamãs e curandeiros na idade media, Seu uso culinário, medicinal e religioso remonta,quando já era usado como defumador tanto em rituais como para a cura de determinadas doenças. (ou para espantar os espíritos que as originavam) e também como condimento alimentar, em alcoolatos como tônico, temperando vinhos e licores.



É muito fácil de cultivar do alecrim, pois basta você fazer estacas dos ramos mais grossos deixando sem folhas a parte que vai na terra. Esta é uma erva rústica, que não gosta de muita água mas não prescinde dele também, aguenta solos pedregosos e se dá bem em solos calcários, mas não gosta de vento, portanto, mantenha o seu pé de alecrim num canto mais protegido. Alecrim adora sol direto e não aceita poda ou corte de seus ramos, antes dos 2 anos de idade, mesmo que seja para um chazinho (se for preciso, tire sempre só as folhas, de baixo para cima, as mais velhas, nunca as das pontas) E uma planta que deve ser podada na lua nova para que nasce novas mudas. E plantada na lua decrescente para que suas raízes minguem para dentro da terra. O nome desta colocação e calendário biodinâmica.



O alecrim e uma erva que contem muitos componentes químicos, e por causa disso ele tem alguma contra indicações, caso seja consumida em excessos. O alecrim pode acarretar complicações se ingerido em excesso ou por pessoas com histórico de epilepsia, problemas na próstata, dermatológicos e gástricos, além de causar irritações no intestino e nos rins. Portanto, não exagere no consumo.

Como citado a cima o chá feito da planta alecrim tem imensos benefícios a nossa saúde, além do chá, podemos extrair o óleo dessa planta, que é um ótimo tratamento para cabelo e no tratamento para pele, aprenda mais sobre o óleo de alecrim.

Tratamento Para Cabelo → além de deixar o cabelo bonito e saudável, ajuda no combate a caspa e é eficaz na limpeza do couro cabeludo.

Tratamento Para Pele → Por ser antioxidante ele ajuda no tratamento das rugas, manchas na pele,acnes,dermatites, estrias e celulite.

O chá de alecrim:


A verdade é que o consumo do chá de alecrim, ou sua água aromatizada, tem um efeito tão bom que, pode-se dizer, “alegra a alma” e, quando a alma se alegra o corpo se cura.

O chá de alecrim também é um dos métodos mais comum de consumir a erva, além do aroma o sabor também agrada muitas pessoas. A Anvisa apresenta a seguinte receita como orientação de preparo do alecrim por infusão:

*2 gramas de folhas secas de alecrim

*150 mL de água

*Tomar 15 minutos após o preparo

*3 a 4 vezes entre as refeições


A Poção da Rainha Hungria:

Nos idos de 1300, uma rainha da Hungria, Isabel, usava um tônico, criado por ela, de alecrim em álcool que, segundo a lenda transmitida pelos séculos, tinha o poder de dar longevidade a quem o consumisse, mantendo a aparência jovem e prevenindo doenças

O primeiro perfume que recebeu nome, no século XIII, era feito com alecrim, Trata-se da “Água da Rainha de Hungria”, receita alquímica que, na época, era feita com óleo de terebentina (poderoso antireumático de uso tópico) e alcoolato de alecrim, alfazema e poejo e usado como tônico revigorante que era passado no corpo. Atualmente já não se usa o óleo de terebentina pois este tem efeito acumulativo altamente alergênicos mas, você pode fazer uma “Água de Hungria” modificada, que consistia em um conjunto de :


*4 gotas de óleo de alecrim *6 gotas de óleo de limão siciliano *2 gotas de óleo de laranja *5 ml de água de flor de laranjeira *5 ml de água de rosas *40 ml de 90% de álcool de cereais

Água aromatizada: