Resenhando Para Todos os Garotos que Já Amei: P.S. Ainda amo você


Oi, povo do Blog News Fallen Books, como vocês estão? Como está sendo o dia de vocês? Vamos hoje entrar na polêmica do segundo filme de Para Todos os Garotos que já Amei. os interessados também tem a resenha do primeiro filme aqui no blog: Resenha Para Todos Os Garotos que Já Amei.

E é com concordando que admito que com tantas expectativas quanto a continuação, deixou muito a desejar, porque sinceramente, ele tirou 65% do lado romântico do primeiro filme. Continuou com aquele ar agradável de se assistir, porém os acontecimentos de fato foram um pouco… Tensos?


De certa forma, ainda possui aqueles momentos fofos entre Lara Jean e Peter, porém, a quantidade de segredos e mentiras que descobrimos nos minutos que se passaram durante todo o filme, traz a ideia de que todo relacionamento possui seus altos e baixos. Não de uma forma mais elaborada ou saudável. Está mais do tipo: O amor supera tudo. E já está mais que na hora que as pessoas entendam que o amor não é capaz de superar o insuperável.

O relacionamento que foi construído em cumplicidade, basicamente perde sua base para mentiras e falta de compromisso. Sinceramente fiquei bem decepcionada, apesar de que a história se encaixou perfeitamente, então não foi algo improvisado.


Houve bons pontos a se discutir, que muitos tomam como errada a Lara Jean por causa de seu comportamento ao lado de John Ambrose, enquanto outros veem Peter como a principal causa da decepção do público quanto ao filme.

Estou no segundo caso. Até porque do começo ao fim não houve foco nele ou em suas razões, nem em sua dedicação quanto a Lara Jean. Parecia mais que estava empurrando com a barriga, enquanto Lara Jean estava balançada por John Ambrose. Os dois mentiram um para o outro. Sendo que tudo poderia ter sido resolvido com uma conversa. Contudo, a exposição que Lara teve em Para Todos Garotos que já amei, e saber que Peter saber da existência do vídeo assim como quem o tinha feito sem falar nada e não ter tomado nenhuma atitude antes, é uma traição de confiança.


Ele defendeu ela quando todo mundo soube? Defendeu. Mas se tivesse ajudado teria evitado o problema. É aquele ditado: É melhor se precaver do que remediar. E nem o "remediar" ele fez direito". E também não vou passar pano para Gen, porque essa não, basicamente, nenhuma consequência do crime que cometeu.


Eles eram amigos, porque não contou? Ele protegeu mais a Gen do que sua própria namorada. Imagina uma situação que seu namorado tenha ciúmes de você, mas se encontra escondido com a ex por quem tinha uma queda livre de dez mil pés, e prefere proteger o crime que ela cometeu do que ser sincero com sua atual e se esforçar um pouco?

Uma das poucas coisas que valeram a pena foram as amizades que Lara Jean fez, porque foram tão… ahhh. Auge de amor e fofura. Não mudou muito a minha opinião de que os outros relacionamentos foram bem mais proveitosos do que o casal protagonista, que nem no primeiro filme. No segundo o triângulo amoroso foi bem mehhh, mesmo me apaixonando por John Ambrose.


No final, desgostei mais do que gostei, mas assistiria de novo por causa de John Ambrose e a senhora Stormy, personagens que valeram a pena assistir.


E qual a opinião de vocês que já assistiram? Gostaram da continuação ou não? E quem não assistiu qual sua opinião sobre isso.


Boa semana para vocês, amores <3

“Não queria ter pensado como poderia ter sido, mas eu pensava.”

Lara Jean


Leia também…

Resenha para todos Garotos que já Amei



Destaques

Posts Recentes

Arquivos

Tags

Siga a gente

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon