Resenha: Garotos de Lugar Nenhum (Série)


Oi, gente. Como está a semana? Começando logo com uma série que assisti há algumas semanas: "Garotos de Lugar Nenhum". Ela parece aquelas séries que são só para passar tempo, e mesmo assim, consegue te prender a história sem se tornar cansativo. A série é bem leve tal qual também possui um drama já esperado.


Ao serem agrupados durante uma excursão em um parque da região, Felix, Andy, Sam e Jake se perdem durante uma tempestade, e ao finalmente conseguirem voltar para casa ninguém se lembra deles, inclusive a família e os amigos. Era como se suas existências tivesse simplesmente sido apagada. Até que então chega o momento que descobrem estar em uma realidade paralela, e que por algum motivo, durante a noite haviam parado ali.


Foi uma série que gostei muito de assistir, muitas coisas poderiam muito bem ser mais aprofundadas, e ainda assim serem plausíveis. É uma série de 2013, e seria uma maravilha que continuasse a história desses quatro.

A questão dos elementos, que não demora muito a ser mencionado, no qual cada um é um elemento e que apenas poderiam praticar magia desde que todos estivessem presentes. Achei bem interessante, o que faltou foi explorarem mais outros tipos de magia, mas muitas coisas foram solucionados pelos protagonistas com certa esperteza com o pouco recursos que tinham. Ele souberam improvisar em momentos de dificuldade.


O tempo que viveram na cabana deu um pouco de agonia, a roupa que eles nunca trocavam, e dava para ver até a desgaste do tecido, e eles não trocavam. Estava quase implorando que eles encontrassem roupas novas. Contudo, era o normal de acontecer já que não tinham uma casa, família, comida e roupas naquela universo paralelo.


Quanto ao colar que tornava possível o uso a magia, foi bem conveniente, pois como os quatro adolescentes tinham características e personalidades tão distintas que a cada impasse um deles era do contra por qualquer motivo que fosse. E o colar ou amuleto acabou unindo-os, porque precisavam de ele para se protegerem, já que por estarem em outro universo diferente, os tornava uma "pertubação", um desequilíbrio, e por isso teriam que ser eliminados para que a ordem fosse estabelecida.

A primeira temporada foi bem divertida, e deu para ver a evolução dos personagens e as burradas também. Uma séria que seria bem legal ter mais episódios com os mesmos personagens. Algumas coisas não foram explicadas e fazer isso em uma nova temporada com personagens totalmente novos... Poderia pelos menos fazer que nem Mako e H2o, e fazer séries separadas. A 4 ª temporada já foi confirmada para o final do próximo ano, e nem sei se estou ainda de assistir, os personagens só sobreviveram por causa de muuuita sorte, e nem pensei que alguém do elemento terra fosse alguém tão chato.


O demônio da ordem foi algo bem pensado. Principalmente, que vivesse no espaço negativo um lugar feito de magia que existiam apenas entre os universos. E sendo tratado como "vilão", sendo que ele só estava fazendo seu trabalho. E seus motivos até que eram bem conscientes, e explorarem mais isso no filme foi um bom proveito.

Phoebe (Uma das irmã), sempre achei que fosse muito poderosa, e saber que na verdade não tinha talento na magia ajudou a entender que mesmo que os quatro não soubessem disso, todos eles podiam praticar magia, porque eles já tinham ela dentro de si. E, quanto a outra irmã, suspeitei de ela até o finalzinho, e ainda não confio. Ela atrapalhou uma temporada inteira e quase não pagou por isso.


Ainda espero que o Felix ou qualquer um dos quatro apareçam nessa nova temporada, e que melhorem ou aprofundem e deem mais explicações coerentes. Parece que fizeram uma história totalmente nova usando do legado de outra mas sem muita conexão.


Terceira temporada

Esta última temporada era promissora, mas sinceramente só continuei por ainda ter esperança que melhorasse. Algumas coisas se salvaram, como uma parte que explorava mais os tipos de poderes dos elementos, e que eles variam de pessoa para a pessoa, isso já foi visto antes por causa da Ellen, mas não comentaram sobre isso além do elemento água.


Personagens, e de certa forma incompatíveis, mas de formas diferentes, explorou um pouco mais sobre diversidade que não houve tanto assim na primeira e segunda temporada. E possuiu mais representatividade.


Uma questão que até agora não compreendi bem, a questão do amuleto e o motivo de terem sido teletransportados. Não houve tempestade e nenhum feitiço. E não evidenciou nada que o "outro" Ben já tivesse começado a desaparecer as pessoas, e nem o motivo de invés de ter feito as pessoas sumirem, elas foram transportadas para outra realidade? O amuleto não havia desaparecido? Pensei que o que a ordem fizesse sumir não pararia de existir em todas as suas outras dimensões?


Faltou muita explicação, e se nas outras temporadas faltou explorar um pouco ais um mundo mágico, essa parecia que estavam vivendo e sobrevivessem porque o universo não queria que eles morressem.

Enfim, gostei muito mais das primeiras temporadas. Contudo, ainda tenho esperança para a próxima temporada que esta vindo.


Vocês já assistiram essa série? E o que acharam?


“Água, fogo, terra e ar

Elementos que compartilhamos

Água, lave os nossos pecados

Terra, guie-nos para um lugar

Vento, que traz o medo

Chamas, que devemos encarar

Caminhe de novo sobre essa terra”







Fonte: http://umlugarsoparanos.blogspot.com/2014/01/review-nowhere-boys-episodio-1.html, http://leitorcompulsivo.com.br/2018/01/14/resenha-garotos-de-lugar-nenhum-elise-mccredie/#comment-4216.





Destaques

Posts Recentes

Arquivos

Tags

Siga a gente

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon